segunda-feira, 7 de junho de 2010

Lavoura

                                  
 
                                                     O aroma do campo.
      


  Nos tempos de saudosa memória (para mim ) ainda assisti ao lavrar das terras por este processo.
     Baseando-me em estudos de cor e imagem do livro «Desenho e pintura » tentei uma aproximação a essas memórias. Ao longe procurei reproduzir a vida na aldeia, deste meu cantinho, hoje, totalmente desaparecido e urbanizado.
     



Acrilico s / tela.
Formato: 24 x 28
Particular ( Colecção. )

domingo, 6 de junho de 2010

Velhos Amigos

                                     

      
                      
                                           No " monte " alentejano.              


Ao compor este carinhoso cenário tive em mente o meu companheiro de caçadas dos tempos em que ambos percorriamos os terrenos livres, nos distantes anos setenta ,do século passado.Poderiamos ser estes amigos já idosos e o bom cão,  após mais um dia  de campo.


Óleo s / tela.
Formato:28 x 40.

Belezas da minha terra