segunda-feira, 30 de julho de 2012

Ciclovia de Cascais.

Cascais como qualquer urbe que se quer moderna tem a sua ciclovia e, até, também bicicletas para disponibilizar a quem as deseje utilizar bastando apenas dirigir-se ao centro da Vila ou até à rotunda junto ao miradouro da Guia e pronto...já está. Deixa uma identificação e leva a " Bicas ".
Largo da Estação no centro da Vila. *
 Mas...como não há bela sem senão !!!
Com alguma pena tenho verificado que os acessos ou percursos  em tempos devidamente sinalizados, estão mais que degradados, refiro-me especificamente ao traçado que desde Cascais formava uma rede que passava junto ao Hipódromo, deste ao bairro do Rosário ( Av: Infante D.Henrique ) e por aí fora. Tudo está apagado pelo tempo e faz pena além de ser perigoso para os ciclistas. Em alguns locais, especialmente a partir dos Oitavos, o piso da ciclovia começa a dar sinais de degradação, ou está mesmo degradado num ou noutro ponto. Mesmo assim não deixa de ser interessante a sua utilização.



* Foto. Zé Pinto Lopes.

domingo, 29 de julho de 2012

Carlos e Diana.

Já lá vão 32 anos !

Primeiro casamento

Em 29 de julho de 1981, o príncipe de Gales e Lady Diana casam-se na Catedral de São Paulo frente a 3500 convidados e 750 milhões de pessoas no resto do mundo, pela televisão. Todos os chefes de estado da Europa participaram (exceto o rei Juan Carlos I da Espanha, que foi advertido a não participar, já que a lua-de-mel poderia passar pelo território de disputa de Gibraltar). Também a maioria dos chefes de Governo, com a notável exceção de Karamanlis da Grécia, que recusou o convite já que o rei exilado Constantino II, amigo pessoal do príncipe, ter sido convidado como "rei da Grécia" (descrição tecnicamente correta a monarcas exilados que não abdicaram) no convite, o que enfureceu republicanos gregos; Patrick Hillery, então presidente da Irlanda, foi advertido pelo primeiro-ministro Charles J. Haughey a não comparecer por causa dos problemas envolvendo britânicos e a Irlanda do Norte.
Com o casamento com o príncipe-herdeiro, Lady Diana recebeu o título de princesa de Gales juntamente a Sua Alteza Real; embora ela fosse inúmeras vezes chamada de "Princesa Diana", essa forma está incorreta. Eles se instalaram em Highgrove em Gloucestershire e no Palácio de Kensington. Quase imediatamente, a Princesa de Gales tornou-se uma estrela, perseguida por paparazzi, e suas mudanças (incluindo as de estilo de cabelo) foram conferidas por milhões em fotos vendidas por milhares de dólares a tablóides e jornais do mundo inteiro.
Críticos da princesa de Gales alegavam que ela era insustentável e temperamental. Com apenas cinco anos de casamento o conto de fadas de Gales já estava à beira de um colapso. Ironicamente, o príncipe e princesa de Gales se pareciam em algumas coisas: ambos tiveram problemas de infância. Ambos levaram seus papéis públicos a sério e dedicaram-se muito a trabalhos voluntários, sendo bastante bem-vistos por isso. (A Princesa de Gales notavelmente dedicou-se muito tempo ajudando pessoas com SIDA (Aids), enquanto o Príncipe de Gales dedicou muito esforço aos grupos marginalizados de centros urbanos através de seu programa Prince's Trust).
Ambos os parceiros subsequentemente admitiram casos extra-conjugais, que formalmente consistiam em adultério ou fornicação, ele com Camilla Parker-Bowles, ela com diversos homens. Embora eles permanecessem um casal em público, eles se separaram no começo dos anos 90, ele ficou morando em Highgrove, e ela se mudou ao Palácio de Kensington. A imprensa notou o distanciamento do casal e o constrangimento deles quando estavam juntos. Evidência de infidelidade começou a surgir nos noticiários. Em 1992, era óbvio que o casamento estava acabado. O casal formalmente se separou, com as fontes da imprensa assumindo posições distintas em que lado ficar na chamada "Guerra dos Galeses".
O casamento do príncipe e princesa de Gales terminou formalmente em divórcio em 28 de agosto de 1996. Eles tiveram dois filhos, William de Gales e Harry de Gales. Pese embora as evidências de adultério, não se põe em causa que os dois rapazes sejam efetivamente filhos de Carlos. *


* Texto obtido da WIKIPÉDIA. 

Conhecer ...

Tecle sobre a imagem se desejar ler a mensagem  original.
                 " Quando você perceber que para produzir precisa obter autorização
                    de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para 
                    quem negoceia não com bens, mas com favores; quando perceber que
                    muitos ficam ricos pelo suborno e por influência mais que pelo
                    trabalho e que as leis não nos protegem deles,mas, pelo contrário,
                    são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a 
                    corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-
                    sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua
                    sociedade está condenada. ( Ayn Rand )

                    Os politicos e as fraldas devem ser trocados frequentemente e pela
                    mesma razão. ( Eça de Queiroz )

                    Politico Corrupto é ; Burocrata por interesse, mentiroso por deficiência
                    de carácter, dissimulado por conveniência, vagabundo por prazer, ladrão
                    por opção e assassino por tabela. "

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Os amigos.

 " Os amigos conhecem-se nas ocasiões ".
Exacto. Nas ocasiões em que não precisamos deles. Porque quando precisamos são eles que nos não conhecem a nós. *


*  " Mais além da morte e do amor "
 Autor- Albino Forjaz de Sampaio.
 Lisboa ano de 1922.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Mar.

Mar  
Naquele dia o tempo não contava para ele. Era como se do infinito deslizasse uma qualquer sensação de paz que rumores de vidas distantes  não incomodavam, vidas essas atravessadas por todas as agruras e desventuras a que o viver habitua.
 Era um felizardo pensava. Pensava como guardar esse momento tão ténue e raro e encontrou-se então ante aquele dilema que queria evitar afinal. Reflectiu  em tudo o que de muito o levara até ali, até àquele lugarejo perdido do mundo, e, a partir desse momento sentiu-se entrar no que por breves momentos julgara longínquo.


Texto inicial do romance de minha autoria que ando a escrivinhar.
Na foto uma das minhas obras.

domingo, 22 de julho de 2012

Não me preocupa, mas...

 Em conversa com algumas pessoas amigas veio " à baila " a política e subsequentemente o uso que se faz deste meio em que escrevemos, leia-se, Internet. Alguém alvitrou o uso que se faz, ou fez, e, as implicações que desse mesmo acto poderiam ou não resultar para cada um de nós referindo, como exemplo, o que fez o Google em Março. Ante a surpresa de alguns citou o que abaixo transcrevo.


O QUE GOOGLE VAI FAZER A PARTIR DE AMANHÃ, DIA 1 DE MARÇ0?
Guardar para sempre o registo de todas as vossas/nossas pesquisas na internet, pelo menos até 2038: todos os sítios onde fomos, os cliques que fizemos... tudo.
Mas ainda podemos ATÉ HOJE à noite remediar isto, evitando assim que estas informações possam, eventualmente, ser usadas mais tarde. Nunca se sabe as implicações que podem ter. Entrem na vossa página da Google (www.google.com, depois vão à página da vossa “história” (www.google.com/history. Vão ficar surpreendidos por ver que tudo o que fizeram na internet está aí registado, por ano, mês, dia, hora, minuto. Desde que Google existe e nós a utilizamos.
Para apagar toda esta informação, clicar em “Remove all Web History”. A nossa “história” fica em “pause” até que voltemos a activá-la.
Quais as implicações futuras deste registo, não sei nem ninguém sabe. Como prefiro prevenir do que remediar, já eliminei os meus registos. Cada um tem a sua liberdade de escolha.

Como diria o grande repórter Fernando Pessa . " E esta hein ?

sábado, 21 de julho de 2012

Apanhar ar.

Estive na Feira do Artesanato no Estoril e na Feira do Livro de Cascais tendo notado, em ambos os locais, uma grande vontade de suprir estes tempos de crise com ofertas de promoções que jamais seriam possíveis não fora estes calamitosos tempos que vivemos. Para piorar as coisas as noites estão bastante ventosas e frescas, o que afasta muita gente. No que ao artesanato diz respeito parece-me algo ausente aquele espírito tradicional de outros tempos em que  víamos várias actividades prestes a desaparecer, serem ali relembradas. O que se assiste hoje é ao florescer de um artesanato, direi urbano, que vai desde as casas de bonecas aos ninhos para pássaros.  Oleiros, marceneiros, latoeiros  e alguns mais, tudo desapareceu para dar lugar ao que encontramos em qualquer feira dos arredores.Até a restauração deixou de lado certos pratos típicos e centraliza -se em frango ou sardinhas.  A Feira do Livro mantém as suas características com mais ou menos " livro do dia " com mais ou menos alfarrabistas ou editoras.
De qualquer forma são locais onde apetece ir que mais não seja para " apanhar ar".

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Ternura familiar.



Um pai entrou no quarto da sua filha e encontrou uma carta sobre a cama que dizia o seguinte:




Queridos pais:

Com muita pena vos digo que fugi com o meu noivo, encontrei o amor da minha vida. 
Estou absolutamente fascinada com os seus piercings, cicatrizes e tatuagens.
Mas não é só, estou grávida de gémeos. Aprendi também que a marijuana e a cocaína não fazem mal a ninguém.
Só rezo para que a ciência encontre a cura da sida, o Joaquim merece.
Não se preocupem com o dinheiro, o Joaquim conseguiu que eu entrasse em filmes com outros amigos, posso ganhar 50,00 € hora, se for com mais de três homens são 200,00 € e se entrar o pastor alemão do Joaquim são 300,00 €.
Não te preocupes mãe. Já tenho 15 anos e sei cuidar de mim mesma.
Com muito carinho, a vossa querida filha.

P.S: Pai, é uma brincadeira, estou a ver televisão na casa da vizinha, só queria mostra-te que há coisas piores na vida que as minhas notas.


Resposta do pai:



Querida filha,



Dei a carta a ler à tua mãe, teve um AVC e foi internada de urgência, está entre a vida e a morte.

Por causa disso e a conselho dos advogados foste retirada do testamento.

Todas as coisas do teu quarto foram doadas e também mudámos a fechadura da nossa casa.

Não tentes fazer pagamentos por Multibanco, porque a conta foi cancelada.

Demos baixa do teu telemóvel e demos também a tua colecção de CDs ao anormal do 5º andar.

Podes começar a pensar em trabalhar, com a tua idade e com esse corpinho estou certo que trabalho não vai faltar, apesar da concorrência.

Enfim, espero que sejas muito feliz na tua nova vida.


Do teu pai



P.S: Filha querida, claro que é tudo uma brincadeira, a tua mãe está aqui a ver a novela.

Só queríamos mostrar-te que há coisas bem piores que passares as próximas 3 semanas sem sair de casa, sem ir à Internet e sem ver televisão por causa das tuas notas, e da tua brincadeira de merda.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Campanha de Solidariedade .

Nada é o que parece ! Senão veja :

 Decorreu há dias mais uma acção,louvável, do programa de luta contra a fome, mas... com os dados completos, façam o vosso juízo !

Recolha em hipermercados, segundo os telejornais, 2.644 toneladas ! Ou seja 2.644.000 Kilos.
República portuguesa. Exemplar do Nosso novo cartão. Cartão de Pobre.

Se cada pessoa adquiriu no hipermercado 1 produto para doar e se esse produto custou, digamos, 050 €, temos que;  2.644.000kg  X  0,50 €  dá 1.322.000 €  ( 1 milhão trezentos e vinte e dois mil euros ) ,total que as pessoas pagaram nas caixas dos hipermercados. Verdade ? Mas os verdadeiros necessitados, os que passam fome ( ? ), nem metade receberam. Quem ganhou então com o  " negócio "  ( ??? ); o Estado 304.000 €  ( 23  %  I.V.A. ), o hipermercado 396.000 €  (  Margem de lucro de cerca de 30 % ).


Nunca tinhas reparado, tal como eu, quem mais engorda com estas campanhas ...
Devo dizer que não deixo de louvar a acção da recolha e o meu respeito pelos milhares de voluntários. Mais ... É triste, mas é bom saber....


Porque é que os madeirenses receberam 2 milhões de euros da solidariedade nacional, quando o que foi doado era de 2 milhões e 880 mil ?

Querem saber para onde foi esta " pequena  parcela de 880.000 € ?  A campanha a favor das vítimas do temporal na Madeira através das chamadas telefónicas foi um insulto à boa - fé da gente generosa e um assalto à mão armada.

Pelas televisões a promoção reza assim :  " Preço da chamada 0,60 + I.V.A. "  São 0,72 no total.

O que por má fé não se diz é que o donativo que deverá chegar ( ? ) ao beneficiário madeirense é de apenas 0,50 €. Assim oferecemos 0,50 € a quem carece, mas cobram-nos 0,72 €. Mais 0,22 € ou seja 30 %.

Quem ficou com esta diferença ? 

1º - A P.T. ( Portugal Telecom ) com 0,10 € ( 17 % ), isto é, a diferença dos 0,50 para os 0,60.    

2.º-  O Estado com  0,12 €  ( 20 % )  referente ao I.V.A. sobre 0,60.

Numa campanha de solidariedade, a aplicação de uma margem de lucro pela PT e da incidência do I.V.A. pelo Estado são o retrato da baixa moral a que tudo isto chegou.

A R.T.P. ( Rádio Televisão Portuguesa ) anunciou com imensa satisfação que "o montante doado já atingiu os 2.000.000. de euros ".

" Esqueceu-se " de dizer que os generosos pagaram mais 44 % ou seja 880.000 € divididos entre a P.T ( 400.000 para a ajuda dos salários dos administradores ) e o Estado ( 480.000 para ajuda ao reequilíbrio das contas públicas e aos trafulhas que por lá andam ).

A Portugal Telecom, ( P.T. ) cobra comissão de quase 20% num acto de solidariedade !!!

O Estado faz incidir I.V.A. sobre um produto da mais pura generosidade !!!
Não deixe que a pobreza se transforme em paisagem.


Isto é uma total falta de vergonha, sob a capa da solidariedade.
 É bom que o Povo saiba que até na confiança somos roubados.

Isto é um triste esbulho à bolsa e ao espírito de solidariedade do Povo Português !!!


Pelo menos, eu DENUNCIO !


"  O que me preocupa não é o grito dos maus é o silêncio dos bons . "


Dá vontade de não contribuir, mas seria bem pior se o não fizessemos, pois os que pouco recebem
do muito que nós damos seriam mais prejudicados.


Deveriamos, isso sim, exigir aos grandes promotores que entregassem também os seus lucros e que o Estado não cobrasse o I.V.A.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Feira do livro.

Feira do Livro de Cascais começa sexta-feira

Jardim Visconde da Luz  *
De 20 de Julho a 5 de Agosto, o Jardim Visconde da Luz acolhe a XXVI edição da Feira do Livro de Cascais, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Cascais. O certame abre as portas diariamente às 17h, encerrando às 23h, excepto às sextas e sábados, em que prolonga o horário até à meia-noite, informa a Autarquia de Cascais em comunicado.
Ultrapassada a marca dos 25 anos, a Feira do Livro de Cascais regressa com a presença de 16 marcas editoriais e cinco alfarrabistas. Entre novidades e fundos de catálogo com obras já indisponíveis no circuito regular das livrarias, os visitantes poderão também ter acesso a publicações editadas pela Câmara Municipal de Cascais com descontos entre 20% e 40%.
Um exemplar que " fala " da minha terra. *

Fotos de Zé Pinto Lopes.

Uma diversificada programação paralela com sessões de autógrafos, encontros com escritores e actividades para crianças constituem um atractivo complementar para uma visita à feira, que decorre mesmo no centro da Vila de Cascais.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Nem sempre o que parece é!


Disfarçe
Um polícia disfarçado, que procurava uma testemunha para fazer prova de um crime, em Dallas,Texas, encontrou uma rapariga que permanecia em atitude provocatória à esquina de uma rua escura e começou a falar-lhe, tentando arrancar-lhe informações.
 Por fim, a rapariga meteu-lhe um par de algemas nos braços e conduzi-o para a prisão: também ela era uma polícia disfarçada.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Hipismo. GCT

Grande Prémio de Portugal de Hipismo chega a Cascais esta quinta-feira


Os melhores cavaleiros da atualidade regressam a Cascais para disputar, entre o dia 12 e 14 de julho, mais uma etapa do Global Champions Tour, o Grande Prémio de Portugal de Hipismo, na qual estará em jogo o maior prize money jamais atribuído em Portugal.

Pelo sétimo ano consecutivo, o Grande Prémio de Portugal, integrado no circuito mundial do Global Champions Tour (GCT) – a mais prestigiada prova hípica de obstáculos do mundo – decorrerá no Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais.
Também conhecido como Liga Milionária, o Global Champions Tour (GCT) – concurso de saltos internacional de cinco estrelas – é disputado anualmente em três continentes: Europa, América e Ásia.



quarta-feira, 11 de julho de 2012

Fogo na Serra de Sintra hoje.


Dois bombeiros ficaram feridos no combate ao incêndio que deflagrou na Serra de Sintra hoje ao princípio da tarde. O incêndio já está dominado, mas a serra continua a arder.

Mariana Corrêa Nunes (www.expresso.pt)
17:01 Quarta feira, 11 de julho de 2012
 

O incêndio começou na Quinta da Capela
O incêndio começou na Quinta da Capela
O incêndio na serra de Sintra fez dois feridos ligeiros e, embora ainda não tenha sido dado como extinto, já está controlado.
Os dois feridos são bombeiros, um já teve alta e outro continua em observação no hospital S. Francisco Xavier, contou ao Expresso fonte da Proteção Civil.
O incêndio que começou na Quinta da Capela, perto da Eugaria, às 14h32, foi dado como controlado hoje às 17h28.
Foram mobilizados 57 veículos e um total de 189 operacionais que estão no terreno a tentar combater o fogo.
O vento forte está a dificultar a operação, mas a situação já está controlada.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/incendio-na-serra-de-sintra=f739034#ixzz20LFgGzMr


Foi com muita mágoa que tive conhecimento deste fogo.Estava a trabalhar e como tal não pude ir à serra para observar o que se passava, porém o fumo era muito espesso o que indiciava algo grave.
Vento muito forte e algum calor conjugaram-se neste dia.
Felizmente  neste momento tudo indica o incêndio estar dominado.
Uma palavra para os bombeiros. Muito obrigado e rápidas melhoras.

 Informação da Protecção Cívil
O incêndio na Serra de Sintra, que começou na Quinta da Capela, perto da Eugaria, cerca das 14h30, foi dominado às 17h28, segundo informação da Proteção Civil.
O incêndio mobilizou  cinco meios aéreos (1 helicóptero de ataque inicial, 2 helicópteros bombardeiros e 2 aviões bombardeiros), 63 veículos e um total de 211 operacionais para combater o fogo em duas frentes.
No local está presente o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Fernando Seara.

Tecle sobre a imagem para melhor leitura.


Desta feita não se perdeu tempo. Combate musculado e rápido. Bem hajam.

Lobo devolvido à natureza.

390672_lobo.jpg
Foto: Pedro Cunha
                                      Estima-se que existam em Portugal cerca de 300 lobos

Num caso inédito de conservação em Portugal, um jovem lobo-ibérico ferido há dois meses numa armadilha ilegal foi devolvido à natureza, no concelho de Montalegre. A adaptação deste animal, com uma pata amputada, está a ser acompanhada graças a uma coleira GPS.
Em Montalegre é bem conhecida a história do caso do lobo-ibérico (Canis lupus signatus), com um ano de idade, que esteve no Centro de Recuperação de Animais Selvagens (CRAS) da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) nos últimos dois meses.

Domingos Moura, veterinário municipal de Montalegre, cuidou do lobo durante as primeiras 24 horas, em finais de Abril. “Foi uma pessoa de uma aldeia que o encontrou num laço ilegal, e me avisou. Quando o levei para a clínica tinha 30 quilos, estava muito debilitado, desidratado e faminto”, contou ao PÚBLICO. A pata estava presa num cabo de aço e o animal “apresentava um traumatismo bastante severo”. “Matei-lhe a fome e a sede e depois o hospital veterinário da UTAD e o ICNB (Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade) vieram buscá-lo”.

O lobo-ibérico – de uma espécie protegida e que se estima estar reduzido a cerca de 300 animais e 60 alcateias – foi tratado com um contacto mínimo com as pessoas. Segundo disse à agência Lusa José Paulo Pires, director-adjunto do Departamento de Gestão de Áreas Classificadas – Norte, do ICNB, o lobo revelou ter tido uma boa recuperação clínica da lesão que sofreu, fez uma boa cicatrização, aumentou de peso, ganhou robustez e manteve a sua agilidade. “Concluiu-se que estaria em condições de sobreviver autonomamente e optou-se pela sua libertação”, salientou o responsável.

O animal foi restituído à natureza na quinta-feira passada, com uma coleira GPS. “Já é possível saber que ele andou alguns quilómetros, mas ainda não é muito significativo porque ele, neste momento, está numa fase de explorar e reconhecer o território”, salientou José Paulo Pires.

Francisco Álvares, investigador do CIBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos) e que estuda o lobo-ibérico desde 1994, considera que este caso pode trazer “informação valiosa”. Tudo porque, disse ao PÚBLICO, ao contrário do que é feito para as aves de rapina, por exemplo, este é o primeiro caso em Portugal de um “lobo capturado na natureza, tratado num hospital e depois devolvido à liberdade”. Mesmo a nível internacional são pouquíssimos os casos. “Podemos saber se estes animais conseguem adaptar-se e reintegrar-se nas alcateias”. O seguimento do lobo por GPS foi responsabilidade do ICNB mas agora tem a assessoria científica do CIBIO.

“A ideia é que se junte ao resto da alcateia. Ainda anteontem vimos alguns lobos, mas não sabemos se serão da mesma alcateia”, disse o veterinário Domingos Moura. “Contrariamente ao que acontecia há 30 ou 40 anos, a reacção das populações locais está a ser óptima”, considera. “Pensando que seria eu a restituir o animal à liberdade, diziam-me para eu fazer o que pudesse para ajudá-lo, para não olhar a meios. Só me pediam uma coisa: ‘quando o libertar, liberte-o longe dos meus rebanhos’”.

Esta mudança de mentalidades tem uma explicação, disse. “Quando havia muitos lobos, não haviam javalis nem raposas. Hoje, os lobos praticamente desapareceram", sendo mesmo uma espécie classificada como Em Perigo, pelo Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal. "Os agricultores queixam-se do aumento exponencial do número de javalis, que destroem os campos de milhos, os lameiros, tudo". E as raposas destroem as perdizes e os coelhos-bravos, “que quase não há nenhuns por aqui”. “Reconhecem que, afinal, o lobo lhes faz falta.”

As armadilhas ilegais, "normalmente direccionadas ao javali, são uma ameaça ao lobo e a toda a fauna selvagem", disse Francisco Álvares. Este é um problema "com uma incidência muito maior do que pensamos" e "demonstra a necessidade de uma fiscalização e controlo destes laços ilegais".

Noticia de ECOSFERA - PUBLICO P.T. 

sábado, 7 de julho de 2012

O meu estado.

Simplesmente estranho e curioso este verão, dado que pela manhã chuviscava e agora pelo final do dia parece que estamos em pleno outono.
Aproveitei algumas horas e fui em bicicleta até à " minha " querida serra de Sintra isto depois das quatro horas da tarde. Vento fresco e algumas nuvens acompanharam-me no passeio porém o mais interessante disto tudo é que destas pequenas ( na aparência ) decisões nasce em mim um bem estar interior que me leva a aceitar o mundo tal como ele está.
A minha serra

Serra de Sintra ,meu amor.

 Sem dúvida alguma brindo a todos os meus amigos e ilustres desconhecidos. Saúde e longa vida a toda a gente.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Conhecimento perigoso.


O que é  a realidade? O finito e o infinito? O que são afinal? Tantas questões e tão poucas certezas.Ou nenhumas. Deste filme retirei uma conclusão. Só sei que, de facto, nada sei!

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Aqui e agora.

Burrinhos
flores
Entre o campo e a minha casa encontrei estes quadros da natureza.Aqui em Cascais! Hoje.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Memória aos anos 60 , 70 , e 80.

Afinal de contas... os carros não tinham cintos de segurança, apoios de cabeça, nem air-bag !!

Iamos soltos no banco de trás
fazendo aquela farra!
E isso não era perigoso!

As camas tinham grades e os brinquedos eram multicores com pecinhas que se soltavam ou,no mínimo,pintados com umas tintas " duvidosas " contendo chumbo ou outro veneno qualquer

Não havia trincos de segurança nas portas dos carros, chaves nos armários de medicamentos, detergentes ou químicos domésticos.

A gente andava de bicicleta para lá e para cá, sem capacete, joelheiras, caneleiras ou cotoveleiras...

Bebiamos água da bilha, da torneira, de uma mangueira, ou de uma fonte e não águas minerais em garrafas ditas " esterilizadas ".

Construiamos aqueles famosos carrinhos de rolamentos e aqueles que tinham a sorte de morar perto de uma ladeira asfaltada, podiam tentar bater records de velocidade e até verificar no meio do caminho que tinham economizado a sola dos sapatos, que eram usados como travões...e estavam descalços...

Depois de alguns acidentes...
Todos os problemas estavam resolvidos !

Iamos brincar na rua com uma única condição:
Voltar para casa ao anoitecer.
Não havia telemóveis...
E os nossos pais não sabiam onde estavamos!
Era incrível!
                                                                                         

Tinhamos aulas só de manhã, e iamos almoçar a casa.
 Gesso no braço, dentes partidos, joelhos arranhados, cabeça ferida.
Alguém se queixava disso'

Todos tinham razão, menos nós...

Comiamos doces à vontade, pão com manteiga, bebidas com o ( perigoso ) açucar. Não se falava de obesidade, brincávamos sempre na rua e éramos super activos...

Dividiamos com os nossos amigos um refrigerante comprado na lojinha  da esquina, gole a gole e nunca ninguém morreu por isso
Nada de Playstation,... Nintendo, X boxes, Video jogos. Internet por satélite. Video cassete e D.V.D..
Dolby surround, telemóvel com câmara. Computador, Chats na Internet.

                                              Só Amigos


Quem não teve um cachorro Rin Tin Tin?
Nada de ração. Comiam a mesma comida que nós ( muitas vezes os restos ), e sem problema algum !
Banho quente ? Champô ?

Nada disso! No quintal um segurava o cão e o outro com a mangueira ( fria ) ia deitando água e esfregando-o com ( acreditem se quiserem ) sabão ( em barra ) de lavar roupa !

Algum cão morreu ou adoeceu por causa disso ?

A pé ou de bicicleta, íamos à casa dos nossos amigos, mesmo que morassem a kms de nossa casa, entrávamos sem bater e íamos brincar.

É verdade ! lá fora, nesse mundo cinzento e sem segurança !
Como era possível ?
Jogávamos futebol na rua com a baliza sinalizada por duas pedras, e mesmo que não fossemos escalados...ninguém ficava frustado e nem era o " fim do mundo "

A escola tinha bons e maus alunos. Uns passavam e outros erram reprovados. Ninguém ia por isso a um psicólogo ou psicotarapeuta. Não havia a moda dos sobredotados, nem se falava em dislexia, problemas de concentração, hiperactividade. Quem não passava, simplesmente repetia de ano e entrava de novo no ano seguinte !

As nossa festas eram animadas por gira-discos com agulhas de diamante deslizando sobre discos de vinil, luz negra e um delícioso coquetel feito de grosselha e maçã em cubinhos.

Tinhamos :
LIBERDADE
FRACASSOS
SUCESSOS e,
DEVERES
...e aprendiamos a lidar com cada um deles !

A única questão é ?
Como a gente conseguiu sobreviver ?

E acima de tudo, como conseguimos desenvolver a nossa personalidade ?

Você também é dessa geração ?

Se sim, então mande este e-mail aos seus amigos desse tempo, e também aos seus filhos e sobrinhos.
para que eles saibam como era no...
                                                NOSSO TEMPO !
Sem dúvida vão responder que era uma chatice, mas...
                                                ERAMOS FELIZES

Agradecimentos aos autores que nos deram a oportunidade de revivermos uma época maravilhosa de nossas vidas ...