sábado, 26 de maio de 2012

Um abraço

"    As sociedades humanas,onde não reina um ambiente de amizade, contém em si próprias, o germe da ruina. Quanto mais inimizades dividirem os homens,mais fracas serão as respectivas nações.
    O isolamento dos indivíduos provoca o mal estar social e o progressivo desaparecimento do espírito de solidariedade.
    Tal é uma das fatalidades da hora presente.
    A perda do sentimento gregário e fraternal, que nascia e vivia ao calor da amizade, constituio uma catástrofe para a civilização, pois contrapos homem contra homem. Reconhecido o erro deste isolamento psiquico, que fomentou  a crença do homem lobo do homem procuraram-se soluções forçadas e paliativos estranhos, para congregarem os cidadãos agora desunidos.
 " Num meio social sempre mais denso, o indivíduo acha-se cada vez mais isolado: daí a procura de um paliativo na ideologia, nos divertimentos, nas associações apressadamente formadas, no conforto material, nos requintes civilizacionais, para atenuar quanto possível a sensação de isolamento provocador desta inquietação psicológica " (
   Mas nem as associações, nem as leis sociais compensam ou substituem a amizade, livremente consentida, e que tem por base o próprio amor.
    É esse espírito fraternal que urge fazer renascer, visto ser a união que faz a força. E não há melhor união do que aquela que o afecto consagra. "   (  1 )



   ( 1 )   Delgado de Carvalho, Sociologia educacional.

Um abraço, um gesto de carinho, de respeito, de aconchego...Um gesto de ternura e partilha, de amor ao próximo.

                      " Dá-me um abraço que seja forte e me conforte a cada canto.
                        Não digas nada que nada é tanto.
                        E eu não me importo.
                        Dá-me um abraço fica por perto.
                        Neste aperto tão pouco espaço.
                        Não quero mais nada, só o silêncio.
                        Do teu abraço.

                        Já me perdi sem rumo certo.
                        Já me venci pelo cansaço.
                        Estando longe, estive tão perto.
                        Do teu abraço.

                                                            
                        Dá-me um abraço que me desperte.
                        E me aperte sem me apertar.
                        Eu já estou perto abre os teus braços...
                        Quando eu chegar.
                        É nesse abraço que eu descanso.
                        Esse espaço que me sossega.
                        E quando possas dá-me outro abraço. Só um não chega...

                        Já me perdi sem rumo certo.       
                        Já me venci pelo cansaço.
                        Estando longe, estive tão perto.
                        Do teu abraço.

                        Já me perdi sem rumo certo.
                        Já me venci pelo cansaço.
                        Estando longe, estive tão perto.
                        Do teu abraço.
                       
                        Estando longe, estive tão perto. Do teu abraço ! 

 




                                                                                                              
                                                             
 





  

terça-feira, 22 de maio de 2012

Perdizes cascalenses.

Perdizes
Excelente ave a perdiz. Pássaro bravio mas em extremo sociável para com os seus, vive, quase sempre, em bando, só se apartando dele quando as necessidades a obrigam seja involuntária ou naturalmente. Hoje em dia ainda subsistem alguns exemplares, aqui, pela região, a maioria adaptadas ao convívio com o homem, algumas das vezes até com ele coabitando como já as tenho observado junto a campos de golfe.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Pointer e galinholas

                                             Eis aqui um dos meus últimos trabalhos.
Representa duas galinholas descobertas pelo faro de um dos maiores especialistas nesse mister. O pointer.

Pointer e galinholas


sábado, 19 de maio de 2012

Terras da minha terra


O tema em si está algo esquecido aqui pela região de Cascais no entanto era ainda há bem poucos anos usual encontrar nesta minha terra alguns rebanhos acompanhados pelo seu pastor tendo reproduzido uma dessas cenas neste meu quadro. Reside aqui toda uma ambiência hoje de muito difícil recuperação a não ser no meu imaginário

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Caminhos do paraíso.

Madressilva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Como ler uma caixa taxonómicaMadressilva
Lonicera periclymenum
Lonicera periclymenum
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Dipsacales
Família: Caprifoliaceae
Género: Lonicera
Espécie: L. periclymenum
Nome binomial
Lonicera periclymenum
L., 1753
Madressilva ou madressilva-das-boticas são as plantas da espécie Lonicera periclymenum, gênero botânico Lonicera, da família das Caprifoliaceae.
É uma planta de folhas decíduas, trepadeira, na forma de arbusto, que pode crescer até dez metros de altura. É nativa da Europa, podendo ser encontrada ao norte como na Noruega e Suécia. Suas folhas são opostas e simples, com a forma de elipses lanceoladas. A inflorescência é capituloforme pedunculada com forma de trombeta. As flores são hermafroditas, zigomorfas, pentâmeras, de coloração creme ou branco-amareladas, com odor doce e agradável. Os seus frutos são bagas de coloração roxa.A sua polinização é feita pelas abelhas e traças (PE) ou mariposas (PB).
Um pedaço do paraíso. ( como eu o imagino.)

O seu habitat é em sebes, margens dos campos e matas.
Madressilva   é muito   apreciada   como  planta ornamental, devido a suas bonitas e aromáticas flores.
É usada pelas borboletas para pôr os seus ovos.
Passei por ela e...que aroma.

É utilizada na medicina para combater as anginas, a colibacilose e a tosse. Tem propriedades adstringentes, anti-sépticas, detersivas, diuréticas e sudoríficas.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Do meu diário...

Após uns dias e noites de temperaturas elevadas notou-se hoje uma descida.Foram dias agitados para mim dado ter recorrido à bicicleta ao cair da tarde após diversas situações bem animadas e proveitosas as quais decidi complementar com umas visitas ao Guincho e arredores para as encerrar com " chave de ouro ". Serviu também para verificar que a forma física está normalizada.
   

terça-feira, 15 de maio de 2012

Cãibras.

Aqui há meia dúzia de dias tomei a resolução de ir dar uma voltinha pelo campo montado na minha bicicleta, como sói dizer-se, e, não esperava nada que, tal iniciativa, viesse a revelar-se uma nova experiência no que ao conhecimento das próprias limitações do corpo diz respeito.
Aquela máquina.... Mas às vezes também se cansa!

 Então não é que achando-me em condições de percorrer montes e vales, na tal comunhão com a natureza que tanto estimo, vi-me confrontado com dolorosas e persistentes cãibras musculares que não consegui ultrapassar sem uma grande dose de sacrifício ? Hoje rio-me da situação e espero ter assimilado bem o aviso. Antes estas que cãibras mentais.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Assim...é difícil.

" Este ano a Presidência da República apresenta um custo de funcionamento superior a 15 milhões de euros, ou seja, quase o dobro da Casa Real de Espanha.


  Com Cavaco Silva as despesas da Presidência subiram 34% face a Jorge Sampaio " *

*  " Vida Económica "  11 De Maio de 2012


Groucho Marx e a Televisão

Groucho Marx e a sua famosa caracterização: de óculos, bigodes e sobrancelhas pintados e charuto
Nome completo Julius Henry Marx
Outros nomes Groucho
Nascimento 2 de Outubro de 1890
Nova Iorque,  Estados Unidos
Nacionalidade EUA Norte-americano(a)
Morte 19 de agosto de 1977 (86 anos)
 Estados Unidos
Ocupação Actor, humorista, comediante, director de cinema, cantor, compositor e roteirista.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Amor. Dois pontos de vista. ( Amores famosos da história e da literatura )

O amor tudo perdoa ? Não parece ser o caso da tempestuosa relação de Alfred de Musset e George Sand. 

 Ele escreveu 

 : " Estou perdido, bem vês, sufocado, inundado de amor; já não sei se vivo, se como, se ando, se respiro, se falo. Sei que te amo."


Alfred de Musset
Campa de Alfred de Musset. Cemitério de Perelachaise


   E ela respondeu.

 " O que é que eu te fiz, insensato, para que venhas despedaçar tudo na minha alma, a minha confiança em ti e em mim própria ? Consumei o meu suicídio no dia em que acreditei poder salvar-te por meio da amizade. "

George Sand
George Sand nasceu no n°15 da rua Meslay, no dia 1 de julho de 1804. Era filha de Maurice e Sofia Dupin. Seu pai faleceu após uma queda de cavalo, quando acompanhava o príncipe Murat em campanhas armadas. Amandine é então mandada para Nohant, aos cuidados de sua avó, Marie-Aurore de Saxe.


 Alfred de Musset nasceu em Paris, filho de Victor-Donatien de Musset-Pathay e de sua mulher Edmée Guyot-Desherbiers, uma família culta e equilibrada, desde há longa data ligada às letras. O seu avô fora poeta e o seu pai, também escritor de mérito, mantinha uma relação estreita com Jean-Jacques Rousseau, cujas obras editava. Por esta via, Rousseau exerceu uma grande influência sobre o jovem poeta, em cuja obra recebe diversas homenagens, enquanto atacava violentamente Voltaire, o grande adversário de Rousseau.


A polémica e os comentários despertados pela sua célebre relação amorosa entre Musset e George Sand, que durou entre 1833 e 1835, levou a que escrevesse a novela autobiográfica La Confession d'un Enfant du Siècle, a que ela ripostou com Elle et lui, recontando a história do seu ponto de vista. Esta obra de Sand, publicada em 1859, não foi bem recebida pelos admiradores de Musset, em particular por Paul de Musset, o irmão do visado, que a parodiou seis meses mais tarde com a obra Lui et Elle.
Sobre esta relação têm sido publicadas diversas obras, entre as quais Les Amants de Venise, George Sand et Musset de Charles Maurras (1902), que leva a cabo um aturado estudo do envolvimento amoroso e do relacionamento intelectual entre eles.
 

terça-feira, 8 de maio de 2012

NELSON e LADY HAMILTON. ( Amores famosos da história e da literatura )

   O primeiro encontro de Nelson e Lady Hamilton ocorreu em Nápoles, onde o esposo desta ocupava um cargo diplomático. Nelson é recebido em casa do embaixador e atendido pela belíssima Emma que lhe faz as honras da recepção.
Lady Hamilton

   Guardam um do outro gratas impressões; porém, os azares da política fazem com que não voltem a ver-se durante vários anos. Neste intervalo, Nelson travou mais de cem batalhas, perdeu um olho e um braço e converteu-se numa das primeiras figuras da Inglaterra.
   " Vou mostrar-vos o que resta de Horácio Nelson "  - escreve ele em carta dirigida a Lady Hamilton, com motivo numa nova viagem a Nápoles. Com efeito ao vê-lo, tão desfigurado, ela sofre um delíquio e de novo se inflama de amor pelo herói. A esquadra devia partir de Nápoles, porém para não se separar da sua amada, Nelson continua ali, desgostando com isso os seus superiores.
Almirante Nelson

   Desde então a vida do célebre almirante inglês fica dominada, submetida inteiramente ao amor daquela mulher extraordinária a quem amou e por quem foi amado com uma paixão que, em sua força magnífica, perdoa todas as fraquezas humanas.








 










segunda-feira, 7 de maio de 2012

Eu...

           " Nesta bola de lama, onde todos nós vivemos, também há criaturas, que se julgam desobrigadas de terem, para com o Amigo, o devido respeito, o respeito que se deve sempre aos outros, e que, em muitas circunstâncias, também se deve a nós próprios. "  *


Narcisismo ?


* Psicologia da amizade.
Autor; - Mário Gonçalves Viana .
Porto- 1943

sábado, 5 de maio de 2012

Super Lua e sono.

Tenho andado de há uns dias a esta parte ensonado e quando digo " dias " digo-o na verdadeira acepção da palavra pois logo que escurece o sono desaparece, ( até rima e bate certo ) de que resulta andar durante as horas do dia a dormir em pé. A que se deverá isto ?

.

                              Uma coisa é certa. Logo vou assistir ao evento " Super Lua ".

A maior lua do ano fará o seu aparecimento no céu de amanhã. A “super lua”, como é vulgarmente conhecida, aparecerá maior e mais brilhante a olho nu. A NASA explicou que a melhor ocasião par observá-la será quando ela aparecer no horizonte, ao final da tarde.

A super lua está geralmente associada a desastres naturais, mas os especialistas asseguram que apesar de influenciar a intensidade das marés, especialmente no Oceano Atlântico, será sem consequências.


Durante a realização de sua rotação à volta da Terra, em determinados momentos o satélite natural fica mais próximo do nosso planeta Terra (aproximadamente 360 mil quilômetros de distância) – o perigeu. Quando a aproximação se dá paralelamente às fases da Lua Cheia ou Lua Nova, ocorre o fenómeno conhecido como “super lua”.

É-lhe também atribuída a capacidade de influenciar o humor das pessoas, por isso, decorrente do latim, se formou a palavra “lunático”; no entanto, os investigadores não encontram qualquer relação com incidentes criminosos ou comportamentos humanos invulgares.

Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa, no Porto, o nascimento ocorrerá às 20h12 e o ocaso será às 5h40. Em Lisboa, a Lua irá nascer às 20h9 e pôr-se-á na madrugada de domingo às 5h47. Este será o primeiro de seis grandes eventos celestiais que estão previstos para o mês de Maio.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Assembleia da República. Apenas 1€ 50 .

              


" Repórter do IP tomou pequeno almoço, almoço, lanchou, jantou e apanhou bebedeira no bar da Assembleia da República por apenas 1 euro e 50 cêntimos


Quando as refeições escolares no Básico atingem os 3,80 o IP viu os preços do bar da A. R frequentado por deputados e ministros. Eram 8 da manhã e o repórter pediu um café e um bolo de arroz, tendo pago 15 cêntimos, 5 do café e 10 do bolo ! vendo ali mama da grossa, o repórter bebeu 10 minis, tendo pago 1 euro, pois cada mini custa 10 cêntimos.

A seguir mamou uma garrafa de Famous Grouse  ( 2 euros ) uma Aristof ( 1,50 euros ) e uma Bombay Sapphire ( 1, 50 euro.). Ao almoço o repórter comeu gambas, camarão tigre, lavagante, sapateira, queijo da Serra, presunto de Barrancos, garoupa e bife do lombo regado com Palácio da Bacalhôa, por 3 euros ! Pedindo champanhe Krug ( 3 euros a garrafa ) o repórter passou a tarde no bar da A.R, rodeado das deputadas Rita Rato, Francisca  Almeida, Ana Drago e Marisa Matias.
 Parecia que estava no Lux ! A. M. "


                                                                                   * Clique sobre a imagem para a poder ler.

Transcrevi a noticia do jornal para maior comodidade de leitura. Salvaguardo considerar impossível a alguém comer e beber num dia o que refere o repórter ter feito. Creio que o objectivo foi dar a conhecer-nos uma faceta ( mais uma )  do panorama vivido por quem nos parasita. E depois vem o " outro " dizer-nos para não " sermos piegas ". Se a notícia é verdadeira e nada indicia o contrário leva-me a crêr que, com exemplos destes pois os que estão à vista são por demais conhecidos ( frota auto, assessorias várias etc e tal ) jamais os sr:s deputados, ministros e afins sentirão a angústia porque passamos todos, ou quase todos, direi.

Isto em Março.
 
Agora esta de 25 de Maio de 2012.

    

Menu de luxo na Assembleia da República

Perdiz, porco preto alimentado a bolota e lebre são alguns dos produtos exigidos pelo Caderno de Encargos do concurso público para fornecer refeições e explorar as cafetarias do Parlamento.     

Por:Raquel Oliveira/ Sónia Trigueirão " Jornal Correio da Manhã de 25 de Maio de 2012


Das exigências para a confecção das ementas de deputados e funcionários constam ainda pratos com bacalhau do Atlântico, pombo torcaz e rola, de acordo com o documento a que o CM teve ontem acesso. O café a fornecer deverá ser de "1ª qualidade" e os candidatos ao concurso têm ainda de oferecer quatro opções de whisky de 20 anos e oito de licores. No vinho, são exigidas 12 variedades de Verde e 15 de tintos alentejanos e do Douro.
É também especificado que o mesmo prato não deve ser repetido num prazo de duas semanas. O Caderno de Encargos do concurso, que termina em Junho, estabelece que a qualidade dos produtos vale 50%, o preço 30% e a manutenção 20%.

Crise ? Qual crise!!!!
Para rir um pouco...


                                                     

Exorcista.

Ao cair da noite *
Boaldeia, concelho de Viseu, ao cair da noite. As casas graníticas daquela povoação onde ainda se usam candeias a petróleo, testemunham, em silêncio, os efeitos que o Demónio exerce no corpo de Preciosa. Mulher amável e simples, a sexagenária tem sempre um sorriso pronto para quem a visita. Porém, quando depois de batermos à porta lhe referimos o nome do padre Afonso Teixeira, que a exorcisou há mais de três décadas, solta um rugido, transfigura-se e começa a falar com uma voz máscula e gutural. " Estou há 37 anos no corpo desta mulher e faço dela o que quero. Esse padre não conseguio fazer-me sair e deu-se mal - quase o matei num desastre. Sou muito poderoso ", diz a preciosa , subitamente possessa.
   Estamos nas traseiras da sua casa, no centro da aldeia, e o alarido atrai os habitantes. (... )  *



* Luís Rebelo  " Padres Exorcistas "
  Outubro de 1998

* Foto ; Zé Pinto lopes.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Que fazer ???

O que mais me desgosta é estar aqui no meu blog a colocar imagens perturbadoras ou que conduzam a estados de espírito taciturnos, porém, o que se passou e passa entre nós, neste hoje miserável País não me permite por vezes outra saída que não esta. O que se passou ontem ( 1º de Maio ) com distúrbios vários em que até envolveu a polícia para serenar os ânimos quando portugueses, como eu, invadiram super-mercados ( Pingo-Doce ) na justa ânsia de aproveitar uma promoção de 50% sobre a compra de um determinado valor leva-me a constatar, sem qualquer dúvida, que o problema da fome já serve a certos empresários e " sus muchachos "  para aniquilarem a dignidade deste triste e amargurado povo que somos todos. Se mesmo assim ganham e lucram, porque não baixam os preços regularmente ?
Fome e Miséria Internacional

 Apresento, então, algumas imagens que recolhi da blogosfera afim de ilustrar um artigo que nunca desejaria escrever.
                                                        Ontem como hoje, aqui, em Portugal


" E eu pergunto aos economistas, aos políticos,aos moralistas, se já calcularam o número de indivíduos que é forçoso condenar à miséria, ao trabalho desproporcionado, à desmoralização,à ignorância,à desgraça invencível,à penúria absoluta para produzir um rico ? " ( Almeida Garret .  1799 - 1854. )


Pergunto apenas ! Quem nos meteu nesta situação porque espera para agir ?
Partido Pirata português



Será que todos estão acobertados sob esta imagem ? »

 Vejam a notícia abaixo:

Pacheco Pereira: Pingo Doce mostra "o retrato fidedigno da nova pobreza"



Pacheco Pereira viu humilhação no caso Pingo Doce e critica a campanha que demonstra a necessidade das pessoas. Isto pode ser um rastilho para a conflitualidade. Para o sociólogo o que aconteceu mostra o empobrecimento das pessoas.
.

O ex-deputado social-democrata lembra que o país está numa situação peculiar, é como se fosse uma loja de cristal e, por isso, “é preciso cuidado”.

Para o sociólogo, há uma assimetria grande entre quem foi às lojas aproveitar os descontos e quem tomou a decisão de fazer a promoção. Para Pacheco Pereira também não é normal ter sido feita esta acção no dia 1 de Maio. Aliás, o ex-deputado do PSD foi o único a relevar a data em que foi feita a acção. Tanto António Costa, como António Lobo Xavier desvalorizaram a coincidência. Para Pacheco Pereira, não havia necessidade de se ter realizado esta campanha a 1 de Maio.

“Há muita gente que está a sofrer e com muita dificuldade e, não se podendo evitar o sofrimento e a austeridade, há, no entanto, que ter extremo cuidado no tratamento das pessoas, em particular com a sua dignidade”. Para Pacheco Pereira houve, nesta acção, humilhação de algumas pessoas. “Posso atirar um saco de moedas ao ar e as pessoas atiram-se para apanhar. Foi um bocado o que aconteceu. Quem foi lá apanhar as moedas ficou contente, mas sabe que se teve de se pôr no chão. E aí há uma certa humilhação”.

Pacheco Pereira falava das pessoas que diz ter visto, nas imagens que lhe chegaram, com vergonha de estarem naquelas filas, sujeitas a demoras de horas para serem atendidas, algumas a arrastar os sacos pelo chão. Ainda assim também não descarta a hipótese de ter havido pessoas a acorrerem ao Pingo Doce para revenderem ou noutros casos os pobres que não escondem a sua condição natural. O que chocou Pacheco Pereira foram as pessoas que não sendo pobres estão a empobrecer. “São o retrato fidedigno da nova pobreza”. A campanha demonstra “um princípio absoluto de necessidade” das pessoas que “têm de ser tratadas com muito respeito e cuidado”.

Para o sociólogo, “isto gera mais conflitualidade do que outras situações, não há nada melhor para gerar conflitualidade do que a humilhação das pessoas”.

E aponta também baterias ao Governo. Hoje o poder “tem uma linguagem muito eufemística em relação ao empobrecimento. Há maneira de fazer diferente. Há muitas maneiras, nomeadamente não enganar as pessoas”.



" Em Portugal a definição de governo de esquerda ou de direita refere-se somente à mão usada para roubar...
Os de centro são ambidestros...

terça-feira, 1 de maio de 2012

Junto de ti.


Ovelhas &; Lobos 
                       
                               As mulheres são como as ovelhas. Todas tem à sua volta três ou quatro lobos que só esperam que esteja longe o cão que as guarda.
   Meu amor, não temas. Bem sabes que os lobos são amigos.
   E que nunca deixo a coleira de pregos, nem de rosnar, junto de ti... *



* " Mais além da morte e do amor "
      ( Soliloquios e comentários )
Autor : Albino Forjaz de Sampaio
Editado em : 18 / 3  /1922.