segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

O espaço do silêncio


                                                                A história, ou as palavras

 
 Ensinavam-me, e eu aprendia:
    « O homo faber; o homo sapiens; o homem é um animal racional; os homens descobriram o fogo; os homens da pré-história; o homem é um animal religioso; os patriarcas;deus é pai; os faráos; o homem é um animal social; os filósofos gregos; os imperadores romanos; as eternas aspirações do homem;os guerreiros, os cavaleiros, os soldados,os marinheiros; os descobridores, os aventureiros, o homem da renascença; o homem tem sede de conhecimento; os físicos, os matemáticos; os homens lutam pela sua liberdade;os homens e a sua angústia vivencial; os operários, os capitalistas; os homens fazem o progresso técnico; os homens do governo; a declaração dos direitos do homem; os homens da imprensa; os homens lutam pelo poder; a exploração do homem pelo homem; milhões de homens morreram na guerra; os homens de boa vontade; a arte é uma necessidade do homem; o homem face à natureza... »


            Um dia perguntei:

                                     - ONDE ESTÃO AS MULHERES ?    * 1




* 1 Maria Isabel Barreno. " A morte da mãe "
   Moraes editores. Circulo de prosa: 1º edição Julho de 1979

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Alentejo.



   " Talvez não haja outra zona de Portugal como o Alentejo onde o homem mantenha uma relação tão íntima e fundamental com a terra.
É uma relação trágica, de temor e gratidão, que leva o alentejano a estabelecer com a terra uma espécie de conta - corrente. Há o deve e o haver. Por razões ancestrais, ele coloca-se até à morte na posição de devedor. A terra paga-me em vida, eu pago à terra morrendo - refere, cantando o homem da planície . "  * 1


                                            
* 1 ; João Mário Caldeira
        " Margem esquerda do GUADIANA As gentes, a terra ,os bichos
        Contexto Editora
        1ª Edição.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Profecias de mais de 2000 anos.

                                                     


  Mais uma vez dei comigo a pensar nestas questões.

"Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;(...)  E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. 
Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores.  Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. (...)  Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo;

quem lê, atenda." *

        Mateus ( 24-3-12 )
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane
Mateus 24:4
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane
Mateus 24:4
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane
Mateus 24:4


 

                   E o que disse Maomé.
                                                                       
                                                                    Maomé ou Muhammad foi um líder religioso, fundador do Islamismo e considerado pelos seus discípulos como o último Profeta do Deus de Abraão. 

                                Em conformidade com as Sagradas Escrituras, o Alcorão afirma que Jesus voltará, antes do fim dos tempos; tal como profetizada pelo próprio Cristo, e pelos apóstolos.

Os muçulmanos acreditam, também, que a vinda do profeta Maomé foi profetizada por Jesus como supostamente relatariam as passagens do evangelho de São João (João 14: 16-17),cabendo a Maomé a missão de difundir uma mensagem de alcance verdadeiramente universal (61ª Surata As Saf, versículo 6)

Maomé seria o "Consolador" (o "Paráclito") mencionado por Jesus aos 
apóstolos; um enviado de Deus, e não o Espírito Santo que já havia se manifestado durante a passagem do Cristo pela terra.
Para os muçulmanos, Maomé é o último profeta; não havendo novas revelações, após a revelação feita a Maomé pelo arcanjo Gabriel

   Escatologia: Segundo a escatologia islâmica, a história humana terá fim no julgamento final, o qual será precedido por acontecimentos terríveis como por exemplo a vinda de personagens maléficos ou propícios: o Mahdi, espécie de messias; o anticristo, falso messias que aparecerá entre o Iraque e a Síria, e Cristo, que matará o anticristo.

 

Religiões e seitas

As religiões do mundo 




  • Após estas reflexões a que resultado chegar ? 
    Estaremos ou não sós ?
    O que se passa no Universo ?
    Pessoalmente  mantenho as minhas interrogações. 
    Até ver . 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Galinhola ( Scolopax Rusticola )

Estamos a terminar o ciclo.Começam os dias a tornar-se mais longos e o Inverno está a decorrer seco e frio dado que a chuva tem primado pela ausência e, sem chuva, rareia o essencial para a alimentação desta ave ou seja os invertebrados de que se alimenta revolvendo a folhagem dos bosques durante alguns, poucos, períodos do dia ou, no mais essencial, pela noite, percorrendo as margens de rios e ribeiras bem como os prados em que o gado se alimenta afim de neles encontrar o seu apetecido alimento. Cascais foi, em tempos, um verdadeiro paraíso para a nossa galinhola quando existiam por cá várias quintas cuja actividade, entre outras, decorria entre a pecuária e a agricultura. Eram famosos alguns locais onde as poderíamos encontrar no seu repouso diurno, lembrando-me claro das zonas do Ereira, Vilar, Marinha,Pisão,Serra de Sintra,Barril e muitos outros locais de pinhais vetustos.
 Hoje apeteceu-me evocar esta maravilhosa e rara ave neste breve comentário que peca por isso mesmo, ser breve pois guardo no baú das minhas memórias as mais gratas recordações dos dias que passei em demanda da nobre galinhola. Algumas, poucas decerto, que pela nossa região permaneceram viram-se confrontadas com a infinita tristeza que constitui, sem qualquer dúvida, a situação de seca gravíssima com que se confrontaram.Oriundas na sua maioria das regiões do norte da Europa a elas começam em breve a regressar assim que os ventos de sul e sudoeste por cá apareçam ventos estes contrários aos que as trouxeram os de norte, nordeste e leste estes que são os predominantes actualmente, desde há vários meses, para desespero de muitos de nós e, se calhar, delas também. Até neste particular os tempos actuais deixam muito a desejar.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Um problema complicado que me surgiu aqui !

 Fui capaz de resolver o meu problema com a edição de mensagens tendo chegado à conclusão que ...


                         
                                 Quem é bom com um martelo acha que o mundo é um prego !

 Como diria o filósofo.

Muito obrigado amigo GI JOE PORTUGAL pelas suas palavras .Abraço. 



Obs: Resolvi o problema em questão após muitas horas de intensa análise. Consistia no seguinte: Algumas das fotos eram editadas por simples e directa cópia o que implicava uma carga  anormal no editor de mensagens.Uma vez " guardadas" as mesmas em arquivo do blogue e depois reproduzidas desse local o problema deixou de subsistir e as cinco mensagens passaram a figurar na páginal inicial do blogue, como pretendido.


Web-Site da imagem: *  1 : João Peixoto 1001 t- shirts.pt 2003

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Algo se passa aqui.

Pois de facto algo se passa com o meu blogue. Peço imensa desculpa a quem me visita mas tenho de momento a casa algo desarrumada e porquê ? Porque só consigo editar uma mensagem apenas na página inicial quando deveriam surgir cinco.
                                                   
Assim sendo vou estudar o problema e tentar solucioná-lo. Reitero as minhas desculpas mas vou entrar em " obras" até ter isto resolvido.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Cascais. Telefone e Telégrafo.


A primeira estação telefónica foi inaugurada, na gerência municipal de Jaime Artur da Costa Pinto, no dia 13 de Setembro de 1900 e o serviço telegráfico data de 1866. Em 1874 havia duas estações telegráficas eléctricas e semafóricas.
.

   Há uma estação dos C.T.T. em Cascais que é a estação central da Vila. No Estoril existem três; São Pedro, São João e Santo António. Em Alcabideche, como em São Domingos de Rana, há sómente caixas postais. Na Parede e em Carcavelos há uma estação na sede de cada uma das freguesias.
Uma relíquia que conservo. * 3
   A notícia mais antiga que se conhece da existência em Cascais de uma " Direcção de Correios " é de 1853. Ele consta do Regulamento Postal publicado nesse ano.
   Uma efeméride triste ligada a este capítulo; em 15 de Novembro de 1920 houve na Estação Telégrafo- Postal de Cascais um grande incêndio. * 1

* 1 - Monografia de Cascais
        1969 



 * 3- Fotografia de Zé Pinto lopes
   

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

                                            Dia a dia passam por mim as horas de sempre
                                            de momentos e lugares iguais sem fio de prumo

                                             Presente de um passado feito  sem rotina
                                             ou com ela apenas o desejo de mais um
                                        
                                            Dia de frio ou sem frio vaga ideia
                                            destes tempos sem tempo.

                                            Escrita de palavras sem sentido
                                            igual ao seu aparente sentido. *


                * Hinchelerr Vaukller.
                  " Prelações " Ano de 1655.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Hagakure

                                                                                                   O MOMENTO PRESENTE

    " Não se podem mudar os nossos tempos. Uma vez que as nossas condições de vida se degradam, tem-se a prova que penetramos na última fase do destino.
   Com efeito, não se pode estar constantemente na Primavera e no Verão e desfrutar de ambos permanentemente; por isso o empenho em mudar a natureza dos momentos actuais para nos reencontrarmos com os felizes dias do passado é obrar em vão.

   O erro dos que cultivam a nostalgia do passado é que não compreendem esta ideia.
   Porém aqueles que só tem consideração pelo momento presente e detestam o passado aparentam ser pessoas muito superficiais. "

Website da imagem; Wikipédia

domingo, 12 de fevereiro de 2012

A Origem ?

Algo ou alguém nos protegeu a principio e depois abandonou-nos ao nosso destino ? Ou, se calhar, somos um qualquer elo perdido da cadeia universal aqui deixados ao acaso. Ou não ? Temos de aprender a nadar, a andar de pé, a temer a natureza dado poucas defesas naturais termos para ela.         Poucas ou nenhumas. Algo não bate certo.

                            


                                                                      Afinal ? O que somos ? Quem somos ?

Tenho andado a reflectir acerca da nossa presença neste planeta. Nada de novo direi. Não faço nada que milhares de outros meus semelhantes todos os dias não façam por esse mundo fora mas cada vez mais começo a sentir que algo não bate certo, ou seja olho ao redor e parece-me que todas as demais formas de vida estão relativamente bem adaptadas ao meio ambiente em que nasceram, excluindo as ditas exóticas.

  Ou seja as que tiveram intervenção humana e, nesta base, repito que algo me parece errado connosco humanos. Como seria o primeiro de nós? Nasceu assim sem protecção alguma contra os elementos, frio ou calor? Como sobreviveu ao hostil meio ambiente repleto de organismos agressivos? O sistema imunitário é frágil e pouco eficaz ante a natureza. Mais e mais perguntas me ocorrem e não encontro resposta como não encontro resposta para a extinção da vida no cretáceo apesar das teorias divergentes ou concordantes acerca do que realmente aconteceu.
                                                                                                                                                                 
Confesso que sinto cada vez mais a estranha sensação de que a nossa espécie não é ou teve origem neste planeta. Adianto até que me sinto pouco ou nada inclinado em acreditar  na teoria de Darwin ( a Origem das Espécies ) e que busco as respostas às minhas interrogações não na fé ( religiões ) mas no olhar ao que me rodeia em terra, no mar e no ar. Não posso crer, repito, que tenhamos evoluído para chegar-mos aqui nus e indefesos.
Onde é o nosso lar ?  Por vezes ao olhar o firmamento sinto que algures, algures está a a resposta a tantas e tantas destas minhas reflexões.


"Só há duas coisas infinitas. O Universo e a estupidez humana e, quanto ao primeiro, tenho algumas dúvidas".
  
              Einstein


Web site das imagem: The-realm-of-the-evenstar. blogs.pot
                               Reflexões net
                               Wikipédia

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

de Diário da República 30 SÉRIE I de Sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 | assembleia nacional portugal sobreiro



                                             Resolução da Assembleia da República n.º 15/2012



O Sobreiro no seu lar, o montado português.  *
                                                     



                                         Resolução da Assembleia da República n.º 15/2012

                                         Institui o sobreiro como árvore nacional de Portugal

        A Assembleia da República resolve, nos termos do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, instituir o         sobreiro como árvore nacional de Portugal.

                    Aprovada em 22 de Dezembro de 2011.

                  A Presidente da Assembleia da República, Maria da Assunção A. Esteves.


 * Fotografia : Zé Pinto Lopes
                                                                

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Ar condicionado no carro.

De volta com alguns assuntos deparei-me com este, digamos, alerta.

              " Não ligue o ar condicionado mal entre no carro. Por favor abra as janelas, sem ligar o ar condicionado. de acordo com  pesquisas, o painel de instrumentos, assentos, tubagens de refrigeração emitem Benzeno, uma toxina causadora de câncro ( carcinogênico ). Note o cheiro a plástico quente dentro do carro.
 Além de poder causar câncro, envenena os ossos, causa anemia, reduz os glóbulos brancos. a exposição prolongada causará leucemia, aumenta o risco de câncro e pode provocar abortos.
Painel do meu carro num dia de Verão aqui no Cobre. Com 36º C  no exterior. Sem ar condicionado ???     *
                                                            
 O nível aceitável de benzeno no habitáculo é de 0,05 mg por cm2. Um carro estacionado com as janelas fechadas contém no interior 0,37-0,74mg de benzeno. Se estacionado no exterior sob o Sol a uma temperatura superior a 16º C, o nível de benzeno ascenderá a 1,84-3,68 mg, 40 vezes superior ao nível aceitável... e as pessoas dentro do carro inalarão uma quantidade excessiva de toxinas.

Recomenda-se, pois, que abra os vidros e porta para sair o ar quente interior antes que entre no carro. O Benzeno é uma toxina que afeta os Rins e Fígado e é um material tóxico muito difícil de ser expelido pelo organismo. "

  Fotografia de; Zé Pinto Lopes.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

A pequena Idade do Gelo


 ...Na estalagem de Vendas Novas.   "  No primeiro andar,sobre a tenda,e exposto ao nordeste,ficava o alojamento para os hóspedes. (...) O frio numa noite foi tanto,que nos mettemos na cama vestidos,o Augusto F. Pinto e eu ,para não gelarmos,como succedera á água dos jarros no próprio quarto.
 Isto foi em Janeiro de 1878. "


Do livro de  Eduardo Montufar Barreiros.
Caça. Editado em 1900.



Avançemos;"  Em  princípios de Janeiro de 1536, mais de cinquenta pessoas brincavam,corriam e assavam carne sobre a superfície gelada do Tejo em Toledo.Tal acontecimento, absolutamente inédito no nosso século,é representativo de uma anomalia climática que atingiu a sua expressão máxima no hemisfério norte entre 1550 e 1700 e que teve o seu epílogo em meados do século passado. Diversos investigadores balizam entre 1430 e 1850 um periodo marcado por um arrefecimento à escala hemisférica e mesmo planetária.
  Chamaram-lhe pequena idade do gelo (...)Por outro lado José Pinto Peixoto refere que em Miuzela,Beira Alta, « gelavam os rios e a ribeira, podendo passar sobre os gelos  os carros de bois,sem quebrar.
Há memória,que o mesmo se passou com o Coa em 1880.»


In:   " Mudam os ventos, mudam os tempos "
        de Manuel Costa Alves.Novembro 2002.




  

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Regresso do tempo muito frio

                                                        frio                        2012-02-07 (IM)


O território do continente irá a partir de amanhã, 4ªfeira, dia 8 de fevereiro, voltar a ser influenciado por uma massa de ar muito frio. À semelhança do episódio de tempo frio que afetou o continente no início do mês, em especial nos dias 3 e 4, este novo episódio estará associado a uma massa de ar ártico proveniente do interior do continente europeu e transportado na circulação de uma região anticiclónica localizada na Escandinávia e Rússia Ocidental.

Assim, prevê-se entre hoje, dia 7, e 5ª feira, dia 9, uma descida da temperatura mínima entre 6 a 9ºC em todo o território, atingindo-se valores de 3ºC em Lisboa, 1ºC no Porto, 3ºC em Faro, -6ºC em Bragança, -1ºC em Castelo Branco e -1ºC Beja. Estes valores de temperatura mínima deverão manter-se para 6ªfeira, dia 10. Apesar de uma ligeira subida da temperatura mínima no sábado, dia 11, existe uma tendência para a continuação do tempo muito frio e seco no continente até dia 15.


O IM sugere o acompanhamento desta informação através da sua Pagina WEB *

Fonte; Instituto Português de Meteorologia.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Domingo soalheiro

Dias estranhos estes que vivemos ora com boas ora com más novas deste nosso mundo. Hoje sinto-me muito bem. Compartilharei um pensamento. Como diria Balzac;
                                          
                                              Sentir, amar, sofrer, devotar-se, eis o contexto da vida.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Vida

                                                 
                                                                                              
                                                                                              Assim é a vida 
                                                                                              Cair sete vezes
                                                                                              E levantar-se oito.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Cascais. Vila pioneira de Portugal em iluminação eléctrica

 "    Cascais - poucos o sabem - foi a primeira terra do País a ter iluminação eléctrica. Foi em 28 de Setembro de 1878 que se acenderam as primeiras lâmpadas. ( ...)
   Em 1957 beneficiaram  deste melhoramento as povoações de Bicesse, Alcoitão. Torre e Birre e ainda o Parque Morais, na Parede. (...)
Iluminação pública junto a minha casa nos dias de hoje.

   Em 1958 terminou o periodo ( 5 anos ) estabelecido para o fornecimento de energia pública, pelo que a partir do ano imediato todo o excesso passou a ser pago pela Câmara o que coincidiu com o início da iluminação de toda a estrada marginal, tendo sido completado em 1959
Data da colocação deste " poste " ; 11 -12 - 67. Há 46 anos que o vejo.

   No ano seguinte a Câmara procedeu à electrificação da Malveira da Serra e do lugar de Talaide, Pau Gordo e Martinha e, em 1960, de Arneiro, de Sassoeiros, Murches, Aldeia de Juso e Carrascal de Manique;
   1961 Charneca e Areia e melhorou a iluminação pública em vários arruamentos de Cascais, no Monte Estoril, Carcavelos e e Parede que continuaram no ano imediato, bem como nos lugares de Atrozela, Bicesse e na Madorna.
   Em 1963 já a Câmara depois de electrificadas as povoações de Polima. Outeiro de Polima e Conceição da Abóboda - considerava todo o concelho pràticamente iluminado segundo o relatório municipal de 1966.  (...)  * 1

*1- Extracto do livro  " Monografia de Cascais " ano de 1969.
Uma relíquia do passado. Isto não decidem mudar . Até que haja algum desastre. 


  Interessante sem dúvida alguma esta breve resenha de um Cascais hoje desaparecido decorridos apenas cinquenta anos. Nasci no Cobre em 1954 e recordo como eram algumas das localidades referidas. Isto sem falar já deste meu cantinho hoje totalmente irreconhecível.   Aliás parece-me impossível termos passado do oito ao oitenta em tão curto espaço de tempo de tal forma que hoje corro o risco de ser confundido com um saudosista quando apenas sinto pelo passado um carinho muito meu e, em muitos e muito aspectos também da vida em sociedade. Lamento não ter fotos da época em abundante quantidade mas, à falta delas, imagino as paisagens de então em algumas telas ou aguarelas que produzo satisfazendo, de alguma forma, o meu ego entristecido. Mesmo assim possuo fotos deveras singulares pela sua raridade que muito me comprazem rever.
  





Fotografias obtidas por;  Zé Pinto lopes no ano de 2012.