sábado, 12 de abril de 2014

Facebook . Lá chegaremos... quem sabe ?

 Dirigentes do Facebook haviam declarado que em breve iriam adotar medidas para proibir a publicação de fotos que, de acordo com seus critérios, “favorecem o uso da violência”. Na quarta-feira, 5 de junho, o Facebook começou a desativação de mais de 4.000 contas de usuários gregos. Entre as contas há muitas que tinham postado fotos de conflitos e enfrentamentos de rua entre manifestantes e policiais, bem como outras de grupos antifascistas, esquerdistas, antiautoritários e de pessoas que se opõem ao Regime e as forças da Soberania.
Como sempre ocorre nesses casos, a desativação foi precedida por “denúncias” anônimas. Para justificar a desativação dessas contas o Facebook deixou um recado, sustentando que tinham verificado que as informações da conta não correspondiam aos dados reais de seu usuário. Para reativar uma conta o Facebook solicita o nome, sobrenome e o e-mail do usuário, bem como uma fotocópia da sua carteira de identidade…
O Facebook, como outro Big Brother, corta as contas, as fotos e os vídeos que são perigosos para o totalitarismo global. O objectivo é criar uma realidade virtual, na qual só irão permitir as fotos inofensivas e comentários brandos daqueles que interiorizaram a lavagem cerebral da propaganda mediática. Os outros vão ser reprimidos e não aparecerão em nenhum lugar desse mundo virtual. Enquanto a sociedade está recebendo a ofensiva implacável do Capital, o Facebook considera violência qualquer reacção contra ela.
Na foto abaixo você vê a página em que o Facebook exige que os usuários de contas desativadas preencham os seus dados pessoais e anexem uma fotocópia da sua carteira de identidade.
Fonte: http://oloigiaolous.gr/
O texto em español.
facebook