segunda-feira, 31 de março de 2014

Andy Warhol

Andy Warhol 1928 - 1987

   Apesar da estima crescente de que Andy Warhol gozava nos meios da publicidade e do luxo, ele aspirava a ser reconhecido como artista, como « verdadeiro » artista, cujos quadros seriam a única recomendação e atingiriam, quando não ultrapassassem mesmo, o valor dos bens de consumo cobiçados.Sabe-se que Warhol escondia os seus trabalhos comerciais, quando esperava a visita de coleccionadores de arte no seu estúdio, pois mesmo na Nova Iorque dos anos 50, a arte comercial tinha fama de ser de mau gosto. Não era ela sinónimo de cálculo, rotina, reprodução, mecanização e até mesmo mentira?Não era ela o oposto da arte « autêntica », este verdadeiro espelho da alma e do coração, sentido e não fabricado, incondicional e eternamente consagrado à verdade? Provavelmente o futuro artista conhecia já os lugares comuns. No entanto, Andy Warhol conservou sempre, além do atelier para a arte- arte ,um outro para o trabalho publicitário comercial. E se, por fim, este estúdio comercial se ocupava apenas da comercialização dos seus próprios produtos, isto prova a inteligência superior de Warhol, assim como a sua sensibilidade para os critérios de valor do meio artístico.*



* WARHOL
  Klaus Honnef
 TASCHEN / PÚBLICO.

Andy Warhol. Auto retrato 1963 a 64.
                                                           
 Auto retrato de Andy Warhol vendido  por 38,4 milhões de dólares num leilão da casa Christie,s em Nova Iorque no dia 12 de Maio de 2011. Algo como 27 milhões de euros.