sábado, 29 de março de 2014

Hora do Planeta



A Hora do Planeta assinala-se no último sábado de Março e incentiva os cidadãos a desligar a electricidade entre as 20:30 e as 21:30 e chamar a atenção para a importância de mudar comportamentos, em benefício do desenvolvimento sustentável
 
 
 

Portugueses de 85 localidades juntam-se à Hora do Planeta e apagam as luzes em casa, nas empresas ou monumentos, alertando para a necessidade de proteger a natureza, iniciativa mundial que este ano propõe uma aula global de yoga.
A Hora do Planeta, que começou em 2007, assinala-se no último sábado de Março e incentiva os cidadãos a desligar a electricidade entre as 20:30 e as 21:30 e chamar a atenção para a importância de mudar comportamentos, em benefício do desenvolvimento sustentável.
Organizada pela WWF (fundação mundial de protecção da natureza), a Hora do Planeta é comemorada em Portugal desde há três anos e "pôs às escuras" monumentos como o Cristo-Rei, a ponte 25 de Abril, o Mosteiros dos Jerónimos, a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, os palácios de Monserrate e Convento dos Capuchos, em Sintra, o Mosteiro da Batalha, o Castelo de Pombal, a Caravela de Lagos, o Castelo de Santa Maria da Feira e o Castelo de Bragança.
"Serão 85 as localidades a aderir à Hora do Planeta, por todo o país, como se tem passado desde há três anos para cá, [pois] temos atingido entre 90 e 100 cidades, um terço dos municípios portugueses. Achamos que este ano os números vão ser idênticos", disse hoje à agência Lusa Angela Morgado, da WWF Portugal.