quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Fim de Verão.

Condições meteorológicas adversas no território do Continente em 16 de setembro de 2014
Vento forte2014-09-17 (IPMA)
No dia 16 de setembro de 2014 o estado do tempo no território do continente foi condicionado por uma depressão centrada a oés-noroeste da península Ibérica, que transportava na sua circulação uma massa de ar quente e húmida, bastante instável. Sobre o território, o perfil vertical do vento era favorável à formação de convecção organizada. Foram reportadas três ocorrências, independentes, envolvendo danos materiais em associação a vento e precipitação.
Pelas 04:20 UTC (05:20 h, hora local), no local de Vale da Telha, concelho de Aljezur (Algarve) foi reportado vento muito forte, acompanhado de trovoada, tendo sido registada alguma destruição numa instalação hoteleira e em algumas habitações próximas, bem como em árvores e viaturas. A observação do radar Doppler de Loulé/Cavalos do Caldeirão mostrou, àquela hora e sobre a área, a passagem de uma linha de instabilidade bastante ativa que desenvolveu uma perturbação convectiva de natureza não supercelular.
Mais a norte, a aproximadamente 2 quilómetros a nordeste de Poceirão, concelho de Palmela (Estremadura), pelas 10 UTC (11 h, hora local) foi registado um episódio de vento muito forte e precipitação também forte. A precipitação foi extensiva a uma região mais vasta, tendo sido registados 24 mm na estação de Setúbal entre as 09 e as 10 UTC, 10-11h, hora local. Foi relatada destruição em árvores e algumas estufas. A observação do radar Doppler de Coruche/Cruz do Leão (C/CL) evidenciou, àquela hora e sobre o local, uma formação de tipo supercelular.
Pelas 11:50 UTC (12:50h, hora local) e instantes seguintes, foi registada em Baxarela e Quinta das Freiras, concelho de Alcobaça (Estremadura) alguma destruição em habitações, árvores, postes elétricos e viaturas. A observação do radar Doppler de C/CL mostrou, naquele período e área, a presença de uma supercélula.
Em qualquer dos 3 casos, tanto a natureza dos danos reportados até ao presente como a disposição relativa dos vários pontos afetados, são consistentes com a ocorrência de tornado.